Bulldog Francês – Informações essenciais

A especialista em Lifestyle Martha Stewart’s criou um blog somente para seu Frenchie;
Miss Asia Kinney, cadela de Lady Gaga, é uma Buldogue Francês e uma verdadeira estrela. Ela e seu irmao, Koji, são fundamentais na vida da Mãe Monstro. Miss Asia Kinney também foi a garota propaganda da Coach;
Eis certas celebridades do planeta gue gostam de os Bulldogs: Eva Longoria, Hilary Duff, Lady Gaga, Hugh Jackman, Ashley Olsen, Leonardo DiCaprio, Chrissy Teigen e John Legend, Dwayne Johnson, Rachel Bilson, Zach Braff, Reese Witherspoon, David e Victoria Beckham, Jack Osbourne, Carrie Fisher;
Tente não deixar os seus Bulldogs pertos de piscinas ou demais áreas equivalentes, visto que eles não são grandes nadadores;
O Bulldog Inglês que deu-se início a essas rugas no Bulldog Francês. As rugas não é uma mera questão estética, elas foram desenvolvidas com a finalidade de que o sangue não chegasse até os olhos, caso os cachorros se cortassem durantes as lutas;
As distintas “orelhas de morcego” não eram admiradas por todas as pessoas. Antes, alguns criadores as preferiam caídas;
Esta raça emite certos sons bastante peculiares: roncos, grunhidos e até bufadas (no tempo em que está ofegante);
São capazes de emitir inúmeros gases e babar demais;
Para algumas pessoas, esta espécie é a mais desejada do mundo;
A reprodução do Buldogue Francês é realizada por inseminação artificial. As patas posteriores do Buldogue Francês macho não sustentam seu peso e por isso não conseguem fazer a cobertura de maneira adequada na fêmea.

A Origem da Raça Buldogue Francês

Mesmo que seu nome faça alusão a uma proveniência francêsa, sua origem deu-se em Nottingham, Inglaterra. Ainda que seja menor e leve, o Buldogue Francês parece com o Buldogue Inglês. Acredita-se que ele foi apresentado no decorrer do século XIX, por intermédio de alguns trabalhadores ingleses, e, imediatamente, sido acasalados com cachorros da espécie Carlins, e, obviamente, com certos Dogues belgas.
O cachorro que acarretou desse acasalamento foi querido como caçador de ratos por muitos comerciantes, mercadores de vinho e açougueiros que decidiram, por volta de 1880, desenvolver a raça e conceder-lhe o aspecto de hoje. Primeiro, foi apreciado pela classe operária e, logo após, por burgueses e artistas da época.
O Buldogue Francês prosperou na França e na Europa, e seu encanto logo foi constatado pelos americanos também. A espécie foi rapidamente nomeada carinhosamente de “Frenchie”, nome utilizado até hoje.

Características Físicas do Buldogue Francês

bulldog-frances Possui uma cabeça achatada, muito enrugada e grande, muito forte e quadrática. Suas narinas são muito abertas e seu focinho é escurecido. Seu olho se apresenta sempre alerta, escurecido, circular e bem estufado, e também tem as pálpebras pretas. Suas orelhas conservam-se retilíneas. O pescoço, levemente apertado, é pequeno; o peito largo; o dorso musculoso; e os quadris gordos. Os membros anteriores são retos, curtos e espessos; os posteriores, um tanto mais amplos e muito musculosos; as patas são arredondadas. Sua cauda de inserção é muito inferior e bastante curta e fixa às nádegas.
Detém uma pelagem brilhante, lisa e bem estreita. A raça suporta cães de padrão tigrado o (pelo preto e avermelhado, mesclado não muito escuro) e branco e tigrado (branco manchado malhado). Diversas colorações são permitidas: vermelhas até o leite com café. Os exemplares completamente brancos são classificados dentro dos fulvos tigrados com manchas brancas prevalecentes. Este espécime revela-se com um focinho muito escuro, com a ponta dos olhos escurecida e uma leve despigmentação em sua face, em algumas situações.

Psicológico do Buldogue Francês

Essa raça é bastante sagaz, mansa, gentil e extremamente amigável, ainda que sejam tomados como muito agressivos. É muito tranquilo com os idosos e bastante receptivo a diversões infantis. Gostam de estar com sua família e um cafuné jamais pode faltar para deixá-los felizes. Valente e divertido, adora fazer palhaçadas, sendo um cão bastante divertido.
É um cachorro que esbanja afeto para com seus amigos humanos, assim como ele gosta de receber o mesmo cuidado reciprocamente. No momento em que existe outros cachorros próximos, eles se tornam possessivos e muito inseguros. Essa raça precisa de interagir com outros cães e pessoas, de preferência desde filhotes.
Para ser dono de um Bulldog é necessário bastante paciência e disciplina, pois esta raça sabe aprontar no momento em que possível e inclinam-se a ser bastante teimosos. Bulldogs Franceses vão alertar seus tutores se um desconhecido abordar, todavia não é seu estilo ladrar sem justa causa. Eles apenas ladrarão em casos extremos. Caso ocorra um latido, é ideal prestar mais atenção no que está acontecendo.

A Superioridade da raça Bulldog Francês

bulldog-frances Além do seu comportamento dócil, o Bulldog possui uma pelagem fácil de ser tratada. São bem fáceis de se cuidar, somente necessitam de uma escovação esporádica para manter o pelo, que não cai excessivamente, saudável. Comece os cuidados de preservação do corpo do seu Frenchie no momento em que ele ainda é filhote a fim de que ele se habitue a ficar em uma mesa ou no solo enquanto você ou outra pessoa fazem o trabalho.
O Frenchie ama brincar, mas ele também ama passar os seus dias relaxando no sofá. A fim de que você tenha bastante sucesso em ensiná-lo, comece o mais cedo que conseguir, visto que uma coisa é certa: esta raça é muito esperta. Eles pensam por si mesmos

Problemas usuais do Bulldogue Francês

São cachorros bem robustos e saudáveis. Apesar disso certos cuidados devem ser considerados a fim de assegurar que se desenvolvam de forma correta. O primeiro cuidado especial é jamais expor o Bulldogue Francês ao calor abundante. Esta precaução deve-se ao formato de seu focinho, estreito, que o predispõe a problemas respiratórios. E jamais passeie com ele em horários e climas bem quentes.
O inconveniente mais grave que afeta o Buldogue francês é o câncer, apesar disso, a situação mais comum para a espécie são problemas associados com sobrepeso. Se o seu cachorro possuir um porte físico avantajado, ele pode desenvolver dores na coluna, displasia coxo-femural, luxação da patela, problemas de coração e complicações na respiração.

Atividades e perfil psicológico da raça Bulldog Francês

bulldog-frances Buldogues franceses não necessitam de um monte de exercício, mas não abrem mão de caminhadas diárias para mantê-los em um peso saudável. Eles não se dão bem com o calor forte, em função de serem braquicefálicos. Carecem de ser monitorados em dias muito quentes a fim de garantir que eles não desidratem. Jamais caminhe em dias bem quentes, com altas temperaturas. O melhor seria pela manhã cedo ou no fim do dia.
Muitos buldogues franceses amam brincar e vão gastar muito do seu tempo em diversas atividades, contudo eles não possuem tanta energia assim. Não necessitam de um quintal enorme ou longos períodos de atividade física.
Eles são bastante insistentes, então não cogite que será fácil adestrá-los. Entretanto o adestramento é fundamental, pois, se você quiser ele dentro de sua casa, é necessário que ele esteja bem educado.
Sempre observe a sua pelagem se há algo de incorreto, como: inflamações, crostas, lesões ou marcas estranhas. E não se esqueça de inspecionar seu olho, gengivas e dentes, e inclusive suas orelhas. Os dois são sinais de que seu Frenchie pode precisar de ir ao médico-veterinário.

Os Filhotes do Bulldog Francês

Esta espécie não se prolifera com facilidade, assim como o seu parente da Inglaterra. Por esta raça manifestar um parto difícil, em função do tamanho e formato de seu crânio, a cesariana se faz necessária.
O filhote deve ser educado desde cedo para que seja capaz de desenvolver-se corretamente. Deve-se tomar atenção dobrada à questão da socialização do animal. Deve-se evitar que o filhote pule grandes alturas a fim de que o impacto não prejudique as suas articulações ainda em formação.
Ao selecionar um filhote, prefira aquele com aspecto vivo e alegre, que aparente curiosidade e muita atenção para as coisas que acontecem a sua volta, sem vestígios de temor ou hostilidade. Evite comprar cães extremamente tímidos, que se ocultem das pessoas, já que este hábito pode dificultar a aprendizagem e a socialização.

Bulldog Francês – Informações essenciais
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta