Saiba tudo sobre Labrador

No ano de 1997, uma cadela bebê de Labrador de coloração chocolate, chamada Buddy, veio a ser o primeiro Labrador Retriever a residir na Casa Branca;
Pescadores produziram o Labrador Retriever com finalidade de trabalhar puxando redes de pesca ou também buscando peixes que eventualmente escorregavam da isca;
O maior pulo de um Labrador é de oito metros;
É uma das raças favoritas para trabalhar como cães de serviço em razão de serem bastante inteligentes e versáteis;
Um incrível nadador, seu corpo é fantástico para a água. Tem membrana interdigital; rabo que se com o de uma Lontra, o ajudando a nadar mais depressa; pelagem relativamente oleosa o conserva quente, auxilia a boiar e auxilia na hora de enxugar;
O Labrador possui a cavidade bucal mole, ou seja, caso seja adestrado, ele poderia carregar um ovo sem trincar sua película;
É possível ter a presença das 3 pigmentações em somente uma ninhada;
Ele pode atingir a 20 km/h em três segundos;
Como o epíteto Terra Nova já tinha sido utilizado por outra espécie, o Labrador ganhou este epíteto graças ao Mar do Labrador;
O Labrador Retriever foi levado para as ilhas inglesas, onde ganhou as propriedades que são conhecidas até os dias de hoje;
O filme “Marley e Eu”, contou a narrativa de um filhotinho desobediente de Labrador Retriever e seu prestígio sobre seus familiares. Marley foi representado por um Labrador chamado Jonah.

Gênese e História do Labrador

O Labrador Retriever, ou simplesmente Labrador, é originário de Newfoundland ou Terra Nova, na costa oriental canadense, onde era usado pelos pescadores para arrastar as redes para a terra. Com a finalidade de evitar que fosse confundido com outra espécie da região, o Newfoundland (muito maior e mais encorpado que o Labrador), era denominado simplesmente de Labrador.
Das costas canadenses, foi inserido em terras inglesas em torno de 1830, onde, por causa de seu excelente olfato, adquiriu novas atividades, sendo considerado ótimo como cachorro de caça. É um exímio Retriever, ou seja, atua conjuntamente com o ser humano no decorrer das caçadas, esperando o proprietário alvejar a ave para imediatamente ir buscar com agilidade e dar a ave intacta ao dono. Para efetivar sua função o Labrador é capaz de enfrentar todo tipo de obstáculo, seja na terra ou na água, onde, por ser um ótimo mergulhador, se sai maravilhosamente bem.

Aspectos Corporais do Cão da Espécie Labrador

caracteristicas-fisicas-labrador O Labrador Retriever é uma raça de porte médio a grande. O aspecto geral da espécie é de um cão vigoroso, curto e maciço, muito dinâmico, de lombo e traseira compridos, de pelo baixo, aderente e sem franjas, com presença de uma densa subpelagem.
A cabeça do Labrador Retriever é larga, o focinho resistente, não pontudo, com stop definido e trufa ampla, com narinas bem amplas. Os olhos são de porte médio, demonstram inteligência e ótimo comportamento, de cor castanha ou avelã. A cauda, grossa na base é outra particularidade própria deste cão.
A pelagem é considerada um item importante para a raça. É uma pelagem baixa, espessa, sem ondulação, muito dura ao contato e manifesta um subpelo firme à água. É capaz de ser completamente escurecida, fígado (chocolate) ou dourada. Essa última é capaz de variar entre o vermelho e o creme. A cor é invariável e não apresenta pintas ou manchas. Segundo o standard oficial da raça, uma pequena mancha branca no peito é admitida.

Temperamento do Cachorro da Raça Labrador

Poucas espécies conquistam tanto seu sucesso como o Labrador Retriever. Devotado, obediente e amável, o Labrador é bom com crianças, outros cachorros e animais da casa. Ele é capaz de ser um cachorro sereno dentro de casa, um travesso no pátio e um intenso cachorro do campo, tudo na mesma hora. Ele possui bastante vontade de agraciar, ama ser ensinado e se supera em disciplina. É uma raça firme, que ama mergulhar e buscar coisas. Ele necessita de estímulos diários para se manter entretido. Um Labrador chateado é capaz de se meter em encrencas, como destroçar tudo o que estiver na sua frente.
Leal e destemido, o Labrador parceiro das crianças é um companheiro profundamente amável. No geral ladra pouco e nunca se mostra violento. Este cão necessita de um adequado treinamento, ainda filhotinho, e que seja firme, mas não opressor. Para ter equilíbrio ele precisa fazer bastante exercício diariamente. O Labrador Retriever fez e ainda faz sucesso mundial notadamente. Permanece entre as primeiras espécies na Grã-Bretanha, assim como nos Estados Unidos, e atingiu essa colocação na França recentemente e é muito propagado em território brasileiro.

Proveitos de se adquirir um Cão da Espécie Labrador

vantagens-labrador O Labrador é um perdigueiro por impulso natural e parte para cima sem medo em águas geladas. Ainda sabe exercer uma procura serena e rastrear a caça com persistência. Sagaz e aprazível, é munido de sensacional olfato e é usado por policiais como cachorro de busca e, além de tudo, como farejar de entorpecentes ou bombas.
Doce, agradável e calmo, o Labrador é um cachorro que não tem semelhante. Pelas suas habilidades, eles são criados, ainda, para orientar indivíduos com cegueira parcial ou total. No trabalho em campos, são particularmente rápidos e firmes.
A melhor parte com relação a possuir um Labrador é que existe uma sucessão de maneiras divertidas que você pode fazer exercícios físicos e estímulo psíquico. Leve-o para nadar, instrua-o a correr ao lado de sua bike dado que ele se encontra fisicamente crescido entre 18 a 24 meses de vida, faça passeios ou entre em competições para cachorros como agility, obedience, rally, tracking, flyball, freestyle. Por outro lado, é sempre uma ótima alternativa verificar com o médico-veterinário antes de começar um novo esquema de atividades físicas com seu cachorro.

Enfermidades usuais ao Cão da Raça Labrador

Como doenças hereditárias, os Labradores são pouco normais, porém em certos casos são sujeitos a problemas no traseiro e displasia de cotovelo, mesmo em casos de cachorros maiores. Em alguns casos, suplementos normais são sugeridos para os cães. Os Labradores podem sofrer riscos de distúrbios nos joelhos, como a luxação de patela.
Alguns problemas oculares também são capazes de aparecer, principalmente as chamadas atrofias graduais de retina e catarata, distrofias na córnea e displasia na retina. Os cães que destinam-se a ser criados precisarão ser examinados por veterinários oculistas para examinar sua estrutura ocular.
Possivelmente, a única hereditariedade deste cachorro é a denominada Miopatia Herediátia que é uma enfermidade incomum que causa uma deficiência do modelo de fibra muscular. Os sintomas provavelmente incluirão um caminhar encurtado e, em casos mais incomuns, o chamado endurecimento do pescoço, seguido ainda da postura cifólica.
É necessário que se conserve uma prática de exercícios com o cão a fim de que ele não desenvolva a hipertermia, debilitação, colapso nervoso e desorientações depois de pequenas sessões de atividades físicas.

Como tratar de um Cão da Raça Labrador

como-cuidar-labrador Labradores são cachorros ativos e amigos. Ele carece de exercícios diários, de preferência mergulhando e passeando para buscar objetos. Se você não tem tempo de passear, não cogite possuir um Labrador. Eles precisam de bastante exercício e 20m de caminhada não são suficientes para suprir isto.
Labradores amam água! Proprietários de um Labrador que possuem piscina precisam manter uma área reservada somente para ele ou se preparar para repartir a piscina com o Labrador. Sua pelagem é impermeável, não molha facilmente e precisa ser penteado para remover pelos mortos. Labradores são mais felizes vivendo dentro de casa com sua família, não é o tipo de cão para ficar só no pátio.
Labradores suportam muito bem temperaturas altas e baixas e não tendem a ter incômodos com calor ou frio. Eles são bem calmos e ficam deprimidos e tristes quando uma pessoa briga com eles ou quando berram. Um treinamento, calmo e assertivo vai fazer do seu labrador um cão contente e equilibrado.
Todo Labrador tem propensão a engordar, consequentemente com a finalidade de evitar a obesidade, sempre controle seu nível de comida. Ofereça a quantia de ração aconselhada na caixa e jamais deixe comida em excesso, pois a raça come muito.

Filhotinhos de Labrador

O Labrador esbanja vitalidade e está sempre disposto a diversões, principalmente as que evocam seu instinto caçador. Pode passar muito tempo correndo alucinadamente atrás de um brinquedo atirado pelo dono e entregando de volta com a mesma eficiência que teria caso fosse um pato selvagem. É um cachorro que precisa de bastante exercício, em especial porque a espécie tem fortes inclinações à obesidade.
Tem que ser acostumado a guia desde filhote e, se for possível, passar por treino de disciplina. É um cão que late pouco e na maioria das vezes não estranha nem sequer pessoas desconhecidas, sendo pouco sugerido como cão sentinela.
Bem como é amorável com os seres humanos, o Labrador relaciona-se muito bem com outros cachorros e animais de estimação.

Saiba tudo sobre Labrador
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta