O maravilhoso cão Basset Hound

O maravilhoso cão Basset Hound Mais

A espécie de cachorros Basset Hound foi produzida pra capturar bichos pequenos, como coelhos e lebres, e, ainda, é empregada para esse objetivo em alguns lugares. Apesar de serem usados para fins de perseguições, os Bassets são excepcionais parceiros e, inclusive, amam os pequeninos.

Informações sobre a Espécie

O Basset possui uma enorme capacidade intelectiva e uma aparência nobre. O Basset Hound é um incrível parceiro com toda família, assim como um bom cachorro de caça. Além disso o Basset Hound é um símbolo de marketing graças à sua aparência charmosa. Sua denominação vem do francês “basse” que quer dizer “baixo”. E o Basset Hound é um cão bastante pequeno. Seus ossos são pesados e seu corpo vigoroso, em geral pesa de 25 Kg a trinta e cinco quilos. Mesmo que não possua muito mais de 38 centímetros de estatura, são cachorros grandes com patas pequenas. Sua aparência de patas curtas é o resultado de um tipo de naniquismo chamado “Acondroplasia”. O Basset Hound irá desejar ficar em cima de seu colo todo tempo, mesmo que quase nunca vai se encaixar muito bem. Esse cachorros são farejadores de odores, o que sugere que eles foram produzidos pra caçar seguindo o cheiro das suas presas. Os Bassets Hounds estão entre os maiores cães farejadores do mundo, estando somente atrás da raça “Bloodhound”. Estes Basset Hounds possuem pelos alisados, pequenos e de textura rígida que são levemente fáceis de cuidar. A quase totalidade desses cachorros resulta no clássico padrão três cores: preto, castanho e branco, porém ainda pode ser o que se entende como avermelhado aberto e branco (manchas avermelhadas com um pelo branco), vermelho fechado e esbranquiçado (avermelhado sólido com patas brancas e rabo), ou amarelado e branco. Se você, certo dia, enxergar algum espécime deste na cor cinza, entenda que, verdadeiramente, essa cor está ligada a distúrbios genéticos, conforme vários estudiosos. O Basset Hound possui um crânio redondo com um focinho curto e muita pele amarrotada na face que cai por cima da sobrancelha, principalmente no momento em que o cachorro se encontra cheirando. Muitos Bassets possuem um semblante entristecido, mas isto é causado por causa dessa pele solta na sua cara, contudo, ao mesmo tempo, isto somente amplia o encanto desses Bassets. Os Bassets foram gerados com propósitos de caças, todas suas características têm um motivo. Suas orelhas alongadas e abaixadas arrastam no chão e absorvem cheiros, enquanto a pele frouxa ao redor de seu crânio forma rugas que pegam muito mais o cheiro do que encontra-se sendo seguido. As pernas encurtadas do Basset Hound fazem com que esse cão se mova mais lentamente do que cachorros de pernas mais longas, o que deixa mais fácil para os caçadores acompanharem o Basset Hound em caminhadas. Sua cauda é longa e possui uma borda branca no final, facilitando a observação do espécime pelos caçadores sempre que estão perseguindo em grama elevada. Em casa, o Basset Hound é manso e bem preguiçoso. Ele é fiel ao seu proprietário, é amigo e animado. Eles se adéquam com vários outros tipos de animais e também de pessoas, porque, ao longo de sua criação, eles foram criados como bandos. Os Bassets são cachorros extremamente sociáveis, eles acham horrível ficar sozinhos, por isso eles podem fazer escândalos se forem abandonados. O seu uivado pode ser escutado por muitos quilômetros, porque é muito forte e incrivelmente alto. O cão da raça Basset Hound não permanece bastante ativo em casa, em razão disso pode adquirir peso e tornar-se obeso rapidamente. O acúmulo de gordura pode suscitar problemas nas costas e nas pernas de cães desta espécie. Quem possui um Basset Hound em casa tem que levá-los para fazer atividades físicas frequentemente. Eles possuem uma grande força e adoram realizar longas caminhadas. Ao caminhar com o Basset Hound, tenha consciência de que ele ama cheirar. Se ele percebe um odor vai procurar seguir este cheiro e vai poder se ausentar se não se encontrar em uma coleira. Dado que são bastante resolutos em farejar, eles vão acompanhar o odor pela rua e vão poder passar até na frente de algum veículo para irem atrás do cheiro, podendo se lesionar caso não fiquem presos pela coleira ou em algum quintal protegido. A paciência necessita de ser uma qualidade quando se refere a treinar um Basset Hound. Eles são altamente teimosos, persistentes e difíceis de serem instruídos, portanto pense deixar o treinamento bem agradável ao seu cachorro. Diversos Basset Hounds vão obedecer às ordens, entretanto outros apenas aceitarão se você possuir uma gratificação apetitosa pra conceder a ele. É provável ensinar um Basset Hound de maneira tranquila, contanto que você consiga ser paciente e incrivelmente dedicado. Entretanto não instrua-os a força, o carinho e a amabilidade vão ser seus companheiros nessa tarefa. O Basset Hound é um cachorro emotivamente frágil e vai se desligar do adestramento se for tratado duramente. O latido de um Basset é genuíno. Normalmente, gemem em vez de ladrar. Eles inclusive possuem um latido incomum e murmurante que usam cada vez que querem atenção ou estão solicitando comida. Pela obstinação eles são capazes de conseguir o que desejar, até mesmo petiscos e paparicos. Basset Hounds domesticados são cães com boa personalidade, irreverentes e, comumente, felizes. Eles são muito gentis com a meninada e outros animais de estimação. Suas grandes falhas são a predisposição de salivar e uivar quando estão sós. Se você conseguir aturar as qualidades típicas do Basset Hound, ele é capaz de tornar-se um magnífico amigo para você e seus familiares, que ficará feliz em divertir-se ao redor da casa, no quintal, como se estivesse caçando.

Destaques da raça

O maravilhoso cão Basset Hound Mais    Não é recomendável educar um Basset em sua casa, pela simples razão, principalmente, de sua resistência. Ao adestrá-lo empregue caixas. Não interessa o que encontrar-se a sua frente, ele sentiu qualquer cheiro que o atraia, ele fará o que pode pra pegá-lo. Por conta disso a orientação máxima: quando sair com seu Basset, empregue alguma guia nele. Com bastante rispidez você não vai poder educá-lo. Eles são bastante sensíveis e rebeldes. Uma das elementares razões pelas quais Basset Hounds são dados para serem adotados é por salivarem intensamente. Por causa da pele frouxa em torno da boca, eles ainda têm a tendência de fazer bastante bagunça sempre que tomam água. Caso você não goste de cães que exercem bastante sujeira e babam demais, você já sabe: o Basset não é o melhor pra você. Eles liberam muitos gases inclusive. Todavia se o distúrbio se manifestar de forma exagerada, converse com um veterinário. Talvez seja simplesmente uma variação na dieta. O peso excessivo é um problema real para Basset Hounds. Eles adoram comer e vão comer além da medida se tiverem alguma oportunidade. Se ficarem obesos, eles são capazes de chegar a demonstrar dores na coluna e nas juntas. A quantidade de ração que necessita de ser ofertada a um Basset Hound varia de acordo com a condição física de cada cachorro, e não segundo a medida mostrada no saco ou lata da ração. Como os Basset Hounds são predispostos a engordar, é muito melhor dar alimentos a eles duas ou três vezes ao dia, em porções menores, do que de uma vez apenas. Após o seu cachorro se alimentar, não o permita que faça exercícios físicos com muita força. Não é somente simplesmente comer e está tudo bem. Você precisa enxergar se não está se sentindo mal depois da refeição, de preferência por aproximadamente sessenta minutos. Para não ter problemas de inflamação nos ouvidos, limpe a orelha do seu Basset uma vez por semana. É bastante importante limpar as pontas das orelhas do Basset Hound com mais assiduidade porque, por serem longas, as orelhas podem arrastar ao longo do chão, por poças de água, ficando bem imundas. Pelo comprimento de suas patas, não deixe que seu Basset fique pulando de alturas consideráveis, porque não é adequado para os Bassets. Apanhe o cão e apoie sua coluna para confirmar que ele não se lesione ao descer de algumas mobílias e outros lugares elevados. À medida que desenvolvem-se, os bebêzinhos de Bassets têm a propensão de ter determinados distúrbios. Revele para o seu Basset que ele não pode saltar de cima dos móveis e do carro. Nunca deixe-o realizar qualquer ameaça de pular. O Basset não é capaz de nadar muito bem, devido ao peso que tem em seu corpo, mais da metade está na parte da frente seu pequeno corpo. Se possuir alguma piscina na sua residência, o cuidado deve ser reduplicado, porque, se o seu Basset pular em uma piscina, ele é capaz de se afogar facilmente. No sentido de evitar problemas futuros, ao obter um Basset apure a sua procedência. As enfermidades podem ser transmitidas de espécie para espécie, devido a isso verifique com o vendedor se, por acaso, o seu cão está em condições de saúde adequadas.

História do Basset Hound

Os Hounds foram criados em uma variação da raiz de St. Hubert, que deu-se origem a um cãozinho anão de patas bem pequenas. Talvez os cães deste tipo tivessem sido preservados tal como raridades e, mais tarde, criados com o intuito de capturar no momento em que sua competência de rastrear coelhos e lebres tapados debaixo de vegetais em florestas densas foi pensada. Foi no livro de figurinhas a respeito de cachorros de caçadas, “La Venerie”, do ano de 1585 que possuímos o primeiro registro do Basset Hound. Das ilustrações, tem-se a impressão de que os primeiros Basset Hounds da França se pareciam ao moderno Basset Artésien Normand, uma espécie de cachorros recentemente célebre na França. Os Basset Hounds foram primeiro célebres com a aristocracia francesa, mas logo após a Revolução Francesa, eles se tornaram os cães de caça dos plebeus que estavam necessitados de um cão que fossem capazes de acompanhar andando, sem ter acesso aos cavalos. Eles chegaram na Inglaterra até metade do século XIX. O primeiro par de Bassets Hounds deu origem a 5 filhotinhos na Grã-Bretanha no período de 1866. Foi Sir Everett Millais quem importou um Basset Hound do país francês, no período de 1874. Millais alavancou a raça na Inglaterra e iniciou um programa de proliferação no seu próprio canil, tal como em contribuição com planos de concepção estabelecidos por Lord Onslow e George Krehl. Por seus esforços para ter publicidade pra o Basset Hound na Grã-Bretanha, Millais é tido como o “pai da raça” na Grã-Bretanha. Millais exibiu primeiramente um Basset em um show de cães britânicos em 1875. Ao passo que a princesa de Gales, Alexandra, acolheu determinados cachorros Bassets e manteve-os em um canil da Realeza, eles se tornaram muito mais famosos. O clube da Inglaterra Basset Hound foi criado no ano de 1884 na Inglaterra. Mesmo que o Basset Hound tenha ido para a América, possivelmente, nos tempos das colônias, a espécie não se tornou própria nos Estados Unidos até o início do século XX. A AKC (American Kennel Club) intitulou legalmente a raça em 1916, mesmo que o Basset foi mencionado pela primeira vez no ano de 1885. Entretanto, na América, no ano de 1928, foi que o Basset teve uma ampla virada. Neste mesmo ano, o periódico Time mostrou um Basset Hound na primeira página e divulgou uma notícia acerca do quinquagésimo segundo Westminster Kennel Club Dog Show, no Madison Square Garden, escrita como se fosse enxergada pelo ponto-de-vista de um cãozinho da espécie Basset Hound. Após a essa divulgação, o charme do Basset foi descoberto e ele ficou mais admirado dia após dia. O Basset Houd se instaurou na cultura pop em bastante charme nos anos 60 por sua fisionomia. O Basset é tão popular que foi catalogado pelo AKC em 28º de 155 raças que há no mundo. Isto mostra como o Basset se disseminou no mundo todo. Os donos de cachorros da raça Basset Hound celebram seu amor pela espécie de maneiras que são tão peculiares como a aparência de seus cães. Milhões de famílias e de Bassets se dirigem a eventos únicos que acontecem em muitas regiões do mundo.

Tamanho do Basset Hound

Não é simples elevar espécime maduro da espécie Basset Hound, por isso saiba disto antes de adquirir um cão desta espécie para conviver em uma casa com diversas escadas. Você vai ser apto para levar seu espécime para dentro e pra fora sem dificuldades se ele estiver doente ou velho e necessitar de ser conduzido?

Personalidade do Basset Hound

O Basset, com seu aspecto leve, é surpreendentemente irreverente. Há apenas uma coisa que balança com seus sentimentos é uma trilha de faros. Apesar de revelar bastante brandura, ele está sempre concentrado. Como todos os cães caçadores, ele pode ser birrento quando se trata de treinamento e de conceder resultados a mandos. A melhor maneira de instruir um Basset Hound é utilizar procedimentos positivos e ofertar a ele retribuições. Faça com que seu Basset experiencie outras emoções desde filhote: relacionar-se com outros animais domésticos, pessoas e aromas, dessa maneira ele pode se socializar mais facilmente. Sociabilizando seu filhote desde bebê vai deixá-lo mais estabilizado emocionalmente.

Saúde do Basset Hound

Basset Hounds na maioria das vezes são sadios, porém, que nem todas as raças, são propensos a certos distúrbios de saúde. Não quer dizer que todos os Bassets terão os distúrbios acima descritos, mas atente-se, pois possa acontecer que seu cachorrinho seja atingido por certa enfermidade. Para se adquirir um filhote, requeira ao vendedor que lhe conceda as autorizações de saúde dos pais dos filhotinhos que irão ser adquiridos. Estas permissões vão fazer com que você fique mais brando no que se refere à saúde de seu cãozinho. Dilatação gástrica-volvulus (GDV): intitulado também torção gástrica ou inchaço, ela pode pôr em risco o estado de saúde do seu espécime, em especial se seu Basset é nutrido em grandes quantidades ao longo do dia, bebem enormes porções de água depois de se alimentarem e se praticam atividades físicas fortemente depois de se alimentarem. Muita gente acredita que o alimento oferecido ao seu cachorro interfere ainda mais. A dilatação é mais frequente entre cachorros mais idosos, mas pode acontecer em qualquer idade. A torção acontece após um acúmulo de ar ou gases no estômago. A volta sanguínea para o coração é impedida, porque o cão não é capaz de vomitar ou arrotar para se ver livre do excesso de ar no seu sistema digestivo. A pressão do sangue diminui e o cachorro entra em um estado de choque. Sem atendimento médico imediato, o cão pode falecer. Desconfie de inchaço se o seu cachorro possui um abdômen distendido, está babando abusivamente e vomitando ininterruptamente. A palpitação cardíaca está rápda, ele é capaz de estar fraco ou letárgico, também irrequieto e estressado. Há indícios de que a dilatação gástrica é herdada, em razão disso sugere-se que cães que têm essa situação tenham que ser castrados ou esterilizados. Doença de Von Willebrand: Causa uma hemorragia notavelmente grave prolongada e é uma enfermidade hereditária. Solicite ao médico-veterinário um exame completo de sangue a fim de checar se o seu Basset Hound possui alguma doença de Von Willebrand. Panosteíte (ainda denominado de Laminação errante ou Transiente): Regularmente vista em jovens Basset Hounds, esta enfermidade é complicada de definir. Seu sinal primário é a claudicação repentina e as crias são capazes de superar este quadro até a idade de dois anos, sem qualquer problema a longo prazo. A claudicação pode ser leve ou grave. Devido a dificuldade dos médicos-veterinários em descobrir o real distúrbio, vários profissionais da área dão vários tipos de diagnósticos: displasia na anca, displasia no cotovelo, luxação da patela e, também, distúrbios mais graves. Mesmo não sendo útil, com um exame equivocado, um médico-veterinário pode querer efetuar uma cirurgia. Solicite a um especialista em ortopedia pra realizar um check-up, pois é necessário antes de se efetuar todo tipo de operação desnecessária. Glaucoma: Basset Hounds são predispostos ao Glaucoma, uma conjuntura em que a pressão no interior do olho fica alta, podendo acarretar a cegueira se não for detectada e tratada precocemente. Se você notar seu Basset Hound apertando ou esfregando os olhos, ou se o olho ou os olhos parecerem avermelhados ou curvos, leve o seu cão de imediato ao médico-veterinário pra uma consulta médica. Em pouquissímas horas, o olho do seu cão poderá ser prejudicado pelo Glaucoma, afetando perigosamente a retina ou o nervo ótico. Alergias: Os Bassets Hounds são predispostos a alergias. As alergias a diferentes alimentos são identificadas e tratadas eliminando esses alimentos da dieta do cachorro até que o real motivador do distúrbio seja constatado. Quando a pele do cachorro entre em atrito com shampoos, pós para pulgas ou outros produtos químicos pode ser originada uma alergia ao contato. Elas são curadas identificando e removendo a causaDetecta-se a razão e, depois, retira-se inteiramente o que estiver fazendo mal a seu cachorro. Luxação patelar: este é um problema comum em cachorros pequeninos. É causada quando a patela não está perfeitamente nivelada. Isto ocasiona claudicação na perna ou uma marcha inabitual, como um pulo. Em via de regra, pode ocorrer a partir do princípio da raça, contudo a luxação ou o desalinhamento não se ocorra exatamente até bem mais tarde. Doença do disco intervertebral: Em alguns casos pode existir a perda do controle do intestino e do rim, bem como a dificuldade em se levantar por intermédio das patas de trás ou uma paralisação. Quando for pegá-lo, coloque bem sua mão nas costas e na parte posterior do seu cachorrinho. Se acontecer um grande problema, o tratamento pode fundamentar-se na utilização de medicamentos, isolamento e até uma operação para retirar os discos que estão motivando a moléstia. Em alguns casos, é necessário atar o cão a uma cadeira de rodas para cachorrinhos pra que ele possa se movimentar. Inflamações no ouvido: Trate sempre limpando no interior dos ouvidos do seu Cachorro uma vez por semana e levando-o para o médico-veterinário se o ouvido começar a cheirar mal ou se parecer inflamado. Obesidade: a obesidade é um distúrbio sério para raças como Basset Hound. Displasia do quadril: Diversos motivos, como a genética, o ambiente e dieta, auxiliam para esta deformidade da articulação do quadril. Basset Hounds afetados conseguem ser capazes de levar vidas normais e sadias, mas alguns podem carecer de cirurgia com o intuito de se movimentarem sem restrição. Essa é uma circunstância hereditária em que o fêmur não adequa corretamente nas articulações do quadril. Existem casos em que o cão não irá revelar nenhum tipo de incômodo devido à displasia, em outros é bem possível constatar a dor do animal em todas as patas ou em somente uma. Ao passo que o cachorro fica velho, a artrite é capaz de se desenvolver e é imprescindível realizar exames de raio-x pra atestar o problema. Não Não é indicado colocar cachorros para cruzar com essa enfermidade. Se você está adquirindo um cãozinho, requeira ao criador que ateste que os pais foram testados em relação à displasia do quadril e estão sem o risco do problema. A displasia na anca é transferida de geração em geração, entretanto também pode ser motivada por motivos ambientais, bem como o desenvolvimento rápido, uma nutrição de alto valor calórico ou machucados produzidos por saltar ou desabar em pisos lisos.

Cuidados com o Basset Hound

Esses cães não devem viver ao ar livre em situações extremas seja um clima quente ou muito frio. Os cachorros dessa espécie ficam preguiçosos dentro de residência, felizes por deitar ao sol durante todo o dia, mas eles vão gostar realmente de uma longa caminhada, com muitos aromas para serem farejados.

Alimentação do Basset Hound

Dose diária recomendada: 1, 5 a 2, 5 xicaradas de ração de excelente qualidade diariamente, dividida em 2 refeições. O quanto seu cachorro adulto come resulta do tamanho, de sua idade, do metabolismo e do grau de atividade. Nem todos os cães, bem como pessoas, necessitam da mesma dose de comida. Um cachorro que está constantemente recostado todo momento usualmente necessita de bem mais refeições do que um que se mexe toda hora.
O maravilhoso cão Basset Hound Mais    Preste atenção nas refeições: não basta adquirir ração menos cara pra economizar, sendo que ela não possuirá os suplementos essenciais para o ótimo desenvolvimento do seu cachorro, pois se ele ingerir uma ração cheia de complexos vitamínicos, ele não sentirá necessidade de comer todo momento. O Basset Hound ama comer e são predispostos ao excesso de peso. Jamais deixe comida acessível o tempo todo para ele, deste modo você vai deixar em impecável condicionamento físico e liberto de todo tipo distúrbio.

Cor do pelo e limpeza

Esses cachorros têm pelagem lisa e bem curta que afastam a sujeira e a água. A despeito do clima, a pelagem espessa do Basset é capaz de resguardar o cachorro. O Basset tem uma fisionomia “enrugada” por causa de sua pelagem elástica e frouxa. Embora dificilmente observado, estes cachorros possuem uma pelagem amarelada e branca. Por causa de problemas em seus genes, ainda há na coloração acinzentada, porém, devido a isso, não é recomendado que isto aconteça. Extremamente fácil de cuidar, apesar da baba excessiva e com o tratamento bastante custoso dos ouvidos e das rugas. Os seus pelos pequenos repelem a impureza e a água. Eles raramente têm necessidade de banhos (a menos que eles tenham “mergulhado” na lama). Os pelos deste cão caem durante o ano todo, todavia se você escovar seu cão semanalmente, isto não vai ser um problema. As orelhas de Basset Hound são compridas e arrastam-se pelo solo, o que pode deixá-las muito sujas. As infecções de ouvidos ainda são um enorme problema, porque o ar não circula satisfatoriamente no ouvido interno. Por isso é primordial limpar o interior das orelhas do seu Basset Hound ao menos uma vez semanalmente com uma solução definida pelo médico-veterinário. Para higienizar as rugas, utilize uma flanela umedecida e, após isso, desça-as completamente, e a todo o momento veja as patas a fim de não juntar impurezas e o lado externo dos ouvidos a fim de não permitir muita impureza aglomerada. Previna o hálito ruim e o problema das gengivas limpando os dentes de seu cão constantemente. Corte as unhas do Basset Hound uma ou duas vezes a cada mês. Se, ao caminhar, tiver um ruído, logo está na hora de cortas as unhas de seu cachorro. As unhas aparadas deixam os pés em boas condições e impedem os arranhões em suas canelas quando seu Basset Hound salta em cima de você com fascínio para cumprimentá-lo. Desde filhotinho, faça com que seu Basset se habitue a ser examinado pelo veterinário e também comece a penteá-lo. Manipule as pernas dele com uma certa frequência e veja dentro da boca e das orelhas do seu espécime sempre que possível. Faça deste período uma prática agradável, cheia de elogios e agrados e você estará preparando o cachorro aos exames clínicos fáceis e para outras intervenções no momento em que for adulto.

Crianças e outros animais domésticos

Eles lidam bastante bem com a meninada. Independentemente disso, você necessitará resguardar seu bicho de ser montado por por qualquer criança ou de qualquer outro tipo de crueldade. A todo o momento eduque as crianças a jamais se achegarem ou pegarem nos cachorros que jamais viram e constantemente fiscalize as relações entre cães e crianças menores a fim de evitar qualquer mordida ou orelhas e rabos puxados. A gente percebe que um cão nunca aprecia enquanto está se alimentando e uma pessoa chega perto, então comunique a suas crianças pra nunca se aproximar. Os Basset Hounds usufruem do acompanhamento de outros cachorros e também podem lidar satisfatoriamente com os gatos, principalmente se eles são revelados a eles quando filhotes.