Conheça tudo a respeito do Dachshund

Devido a fisionomia quase hilária, Dachshunds costumam ser um tema predileto de desenhistas e fabricantes de brinquedos;
O cachorro basset existe em 2 tamanhos, três tipos de pelagem e uma ampla pluralidade de colorações e marcas, o que quer dizer que tem um Dachshund para praticamente todas as pessoas;
Um Dachshund foi amuleto dos Jogos Olímpicos de Munique em 1972 – O cão Waldi foi o primeiro amuleto oficial em Olimpíadas;
A rainha Victoria amava os Dachshunds, era uma de suas raças preferidas e por causa dela se tornaram conhecidos nas terras inglesas;
No Brasil eles ficaram conhecidos como “Cofap” por causa de uma marca de suspensões automotivas que colocam o Dachshund como garoto propaganda;
Seu apelido de “Salsicha” também veio de uma marca de salsichas que utilizava a nomenclatura da espécie em seus produtos.

Gênese e História do cachorro da raça Dachshund

Esta é uma espécie muito antiga que segundo determinados historiadores datam mais de 5.000 anos, dado que foram achadas inúmeras imagens iguais a ela em mausoléus de faraós. No entanto, sabe-se que o Teckel foi desenvolvido em sua forma contemporânea na Alemanha.
Naquele tempo, os alemães procuravam um cachorro que fosse veloz o suficiente, pequenino e resistente para que pudesse entrar em esconderijos de texugos, lebres e coelhos. Como consequência existiram nove diversos modelos que foram levados para a Grã-Bretanha e fizeram parte da realeza britânica, o que tornou o cão da raça inclusive mais famoso.
Seu corpo, atualmente, não é mensurado pelo peso, entretanto pelo tamanho de seu torso, segundo os órgãos internacionais encarregados pela identificação e pelos cuidados destes cães de raça pura.
Há duas teses acerca de como os critérios da raça Teckel surgiram. Uma delas alega que os cachorros da raça produziam ocasionalmente filhotinhos que possuíam um pelo relativamente mais extenso do que seus antecessores. Por uma escolha realizada a partir de apuração de raça, outros cães com o mesmo semblante eram produzidos. Outra hipótese é que o padrão do cachorro de pelos extensos teria sido gerado como consequência de um cruzamento de cachorros de pelo alisado com cães de vários locais e Spaniels.
O cão de pelagem longa foi o último a se desenvolver sendo originado no final do século XIX. Existe a possibilidade ainda de terem misturas com cães, como por exemplo: Schnauzer, o Dandie Dinmont Terrier.

Características Físicas do cão Dachshund

guia-dachshund O Teckel, ou Dachshund é um genuíno caçador de tocas. Munido de um faro finíssimo, o qual lhe possibilita seguir a mais tênue das pistas, o Dachshund costuma chegar à toca e penetrar audaciosamente nela, agredindo o inimigo que se escondeu.
Munido de propriedades psíquicas e estilo físico muito singular, como por exemplo seu genuíno corpo alongado e patas bastante pequenas, a cinofilia reservou um grupo de cães especificamente para esta espécie.
O Dachshund é um cachorro de membros reduzidos, corpo alongado, de aspecto musculoso e constituição muscular sólida. Mostra uma postura altiva do crânio e fisionomia sempre sagaz. A despeito da desproporção entre o corpo alongado e o seus membros curtos, o Dachshund não parece desprovido de graça, pesado ou de movimentos circunscritos. Os olhos da raça apresentam tamanho médio, cor escurecida, forma ovalada, posicionados na parte lateral, com expressividade sagaz, intensa e piedosa, sem olhar fixo.
Existem três tipos de pelos a saber para a raça: pelo reduzido, pelo endurecido e pelo extenso. De porte pequeno, os tamanhos admitidos para a espécie Dachshund são também três: tamanho mais comum (até 9 quilos); Nanico (com circunferência torácica máxima de trinta e cinco centímetros aos quinze meses) e Kaninchen (com circunferência torácica máxima de trinta centímetros aos 15 meses).

Temperamento do cachorro Dachshund

Se no início o Dachshund era um intenso e destemido predador, no presente deixou de lado muito de suas velhas obrigações e tornou-se em cachorro de companhia. Por causa do seu tamanho, é uma esplêndida escolha a quem reside em apartamentos, especialmente, uma vez que aprende com espontaneidade os hábitos de limpeza. Encaixa-se satisfatoriamente a lugares pequeninos e não é do padrão destrutivo.
Inteligente, astucioso e muito levado, o Dachshund é um bom cachorro vigia. Sempre alerta, a um simples sinal de aproximação de desconhecidos, late bastante. É um bom parceiro para criancinhas e brinca até depois de velho. Convive de forma tranquila com os demais animais e cachorros, todavia não escapa de uma briga caso seja instigado.
Alguns produtores declaram que há diferenças de costumes consoante o estilo de pelagem, de maneira que os de pelos curtos seriam mais amáveis e os pelos rígidos mais agitados e, até mesmo, um tanto mais violentos, todavia isso não é ratificado, nem mesmo consta do parâmetro da espécie.
Outra qualidade da espécie é sua independência, o que lhe rendeu fama de rebelde. No relacionamento familiar é um excelente companheiro, gosta e respeita a todos, mas dedica-se a só uma pessoa que escolhe como proprietário.

Benefícios de possuir um cachorro da espécie Dachshund

Não importa o seu porte, Dachshunds são uma aquisição ótima para a família inteira, é em razão disso que eles estão quase na primeira colocação como cães mais afamados desde meados do século XX. Sua linda fisionomia e disposição intensa tem motivado vários apelidos amorosos para a espécie, compreendendo Hot Dog, Cachorro Salsicha, Doxie, Dashie e, sobretudo na Alemanha, Teckels, Dachels ou Dachsels.
Entretanto sua fisionomia foi trabalhada com objetivos muito mais sérios e diretos. Suas patas pequenas lhes permitem escavar e movimentar ao longo de túneis, ao passo que o grande tórax guarda um coração resistente para a briga. Dachshunds são valentes, mas são capazes de ser um pouco birrentos e ter um espírito auto-suficiente, especialmente quando caça.
No lar, a natureza recreativa do Dachshund se ressalta. Ele ama ficar próximo de você e “ajudar” a exercer as coisas como amarrar os sapatos. Por causa de sua esperteza, ele em algumas ocasiões possui suas específicas ideias sobre quais são as regras quando se trata da hora do divertimento e estas regras são capazes de não ser as mesmas que você ou as demais espécies de cachorros conhecem.

Distúrbios normais ao cão da raça Dachshund

problemas-dachshund O Dachshund encara alguns distúrbios característicos de raças de cães pequenos (como o Basset Hound), entre eles inclinação à obesidade e problemas de coluna. A obesidade pode ser regulada concedendo ao cão alimentos em quantidade apropriada (procure um médico-veterinário para definir esta medida) e concedendo uma quantia adequada de atividades físicas.
No que se refere aos problemas nas costas, que várias vezes estão conectados à obesidade, deve-se impossibilitar que o Dachshund salte de locais altos e/ou ande em chãos escorregadios. Entre os mais comuns estão a luxação de patela (ruptura de um ou dos dois ligamentos cruzados do joelho), por predisposição hereditária ou por impacto; osteófitos ou bico de papagaio, ocasionado pelo engrandecimento excessivo do osso nos espaços no meio das vértebras; hérnia de disco – causada pela pressão da medula da coluna pelo atrito habitual entre as vértebras.
Outro problema comum é a dermatite que é capaz de ser evitada dando banhos apenas na ocasião em que for preciso.

Como tomar conta de um cachorro da raça Dachshund

Dachshunds têm um grande número de energia e resistência. Eles gostam de fazer passeios ou brincar ao ar livre com outros cães, tal como apreciam acossar e cavar. Eles são inclusive dinâmicos dentro da casa e são capazes de se adaptar bem em pequenos cômodos, contanto que tenham uma quantidade balanceada de atividades físicas diárias. Duas caminhadas, duas vezes por dia são o bastante para o tamanho deste pequenino esportista. Ocasionalmente, na ocasião em que o tempo for estreito, um jogo de busca vai atender a sua necessidade de atividade.
Dachshunds podem machucar as costas pulando do sofá para o solo, o aconselhado é que tenha uma rampa ou degraus e que sejam educados a usar se almejarem subir no sofá ou na cama. Na ocasião em que você levantar um Dachshund, sempre tenha cuidado em apoiar a sua traseira e seu peito.
É uma raça que tem necessidade de poucos cuidados de higiene. Eles perdem pelo, mas não tanto. Eles não precisam tomar banho constantemente. Utilize um pano úmido entre banhos a fim de conservá-los limpos. Se você reside em um lugar que é frio no inverno, seu Dachshund pode precisar de proteção extra quando for dar uma volta. E essa espécie nunca deve viver ao relento.

 

Filhotes de cão da raça Dachshund

A média de nascimentos do Dachshund é de 2 a 10 filhotes, de acordo com o tamanho da progenitora.
Os filhotinhos têm que ser educados desde muito cedo a fim de que proprietário e cachorro possam ter uma convivência agradável. É um cão que procura agraciar, porém precisa de limites claros e, especialmente, carece entender quem é que está no comando. Conforme os criadores, no que tange o Dachshund a disciplina aumenta com o passar do tempo.
Como todos os cães, Dachshunds são capazes de ser destrutivos no momento em que filhotinhos. Seja pacífico com o filhote dessa espécie e mostre o local adequado para fazer suas necessidades, constantemente enaltecendo e dando gratificações a fim de estimular o comportamento certo.

Conheça tudo a respeito do Dachshund
Avalie esta postagem