Weimaraner – Conheça mais sobre

Celebridades que já tiveram ou possuem um Weimaraner: Grace Kelly (que ganhou de seu irmão o cachorro como presente em seu casamento com o Príncipe Rainier III de Mônaco) e Dick Clark.
No ranking que analisaria a inteligência canina, escrito por Stanley Coren, o Weimaraner está em 21º lugar;
O presidente norte-americano, Dwight D. Eisenhowe, possuía uma Weimaraner, Heidi, vivendo com ele ao longo de sua estadia na Casa Branca;
Em razão da sua pelagem acinzentada e prateada, o Weimaraner também é denominado como “Fantasma Cinza”;
Devido a sua inteligência, o Weimaraner herdou a alcunha de “Cachorro com cérebro do ser humano”;
Inserindo mais um apelido para sua enorme lista, eles são também chamados de “Cachorros Velcro”, em razão do seu grande carinho pelos proprietários;
A espécie foi produzida pelo duque Karl August, na Alemanhã, nos anos 1800;
Cães muito ágeis, podem alcançar cinquenta e seis quilômetros por hora em uma corrida. Eles com certeza estão entre os cães mais ligeiros do mundo, perdendo só para cachorros como o Greyhound, Whippet e Saluki;
O caçador Howard Knight, de Rhode Island, nos Estados Unidos da América, foi o primeiro a importar a raça para o território norte americano;
Weimaraners de cor azul, preta ou marrom são consideradas pelo parâmetro da espécie faltas graves;
Um dos encarregados por reestabelecer a fama do Weimaraner é o fotógrafo William Wegman, que dedica uma parte do seu trabalho a fotografar cães da raça, particularmente os seus. O seu primeiro Weimaraner, Man Ray, foi escolhido “Homem do Ano” no ano de 1982 pelo “The Village Voice”, um jornal de Nova York. Depois de alguns anos do falecimento de Man Ray, o fotógrafo adquiriu outro Weimaraner, Fay Ray. Os Weimaraners de Wegman ainda são da linhagem de Fay Ray, que faleceu no ano de 1995;
Fay Ray surgiu no vídeo-clipe da canção “Blue Monday” do grupo “New Order”.

Origem e História do Maravilhoso Cão Weimaraner

guia-weimaraner O Weimaraner é um cachorro muito antigo, tendo registros da raça já no ano de 1600. A teoria mais admitida quanto à sua proveniência é de que ele é proveniente de um Braco da Alemanha antigo (não o moderno Braco Alemão de Pelo Curto) e primeiramente encontrava-se unicamente nos canis dos duques de Saxônia-Weimar, dos quais obteve esta nomenclatura.
Os Weimaraners foram criados para realizar muitas modalidades de caça, desde a esportiva até a caça de animais de grande porte, como javalis e veados. Primeiramente, atuavam em matilhas, rastreando e acossando a presa, até a chegada do caçador.
No decorrer de diversas décadas, a criação dos Weimaraners era restrita a regiões da Áustria e Alemanha e não havia “comércio” desses cães. Os criadores trocavam filhotes entre si com o objetivo de fixar um critério à espécie que, depois de 1890, foi sujeita a uma criação planificada e regulada pelos registros na publicação de origem. Depois que o critério da espécie foi definido, os acasalmentos com outras raças, especialmente o Pointer, passaram a ser evitados. Acredita-se hoje que o Weimaraner seja, provavelmente, a raça mais antiga entre os cachorros de aponte alemães.
Independente de ser um cão extremamente versátil, o Weimaraner começou a popularizar-se só após a Segunda Guerra, na ocasião em que foi intensificada sua competitividade com o moderno Braco Alemão, Kurzhaar. Nos Estados Unidos o Weimaraner foi introduzido a partir dos anos 1940 e chegou ao Brasil no ano de 1952.

Características do corpo do Weimaraner

O Weimaraner é uma espécie forte, ágil, de porte mediano a enorme. Destaca-se entre as espécies de caça e aponte por ter um excelente comportamento, instinto de caça e boa adestrabilidade. Figura-se como um cão inteligente, determinado, resistente, de olfato muito apurado. É considerado um cão adaptável, firme de comportamento e simples de ser ensinado. É tido também como um bom cão de guarda, todavia sem violência.
A raça Weimaraner possui um focinho longo, especialmente no caso dos machos, com trufa enorme e um stop excessivamente leve. Os cães de pelo curto apresentam pelagem fina, macia e sedosa. Já os cães de pelo extenso da espécie Weimaraner podem apresentar pelagem relativamente mais ondeada, comprida, com ou sem a presença de sub-pelos. A pigmentação da pelagem da raça Weimaraner é cinza, em tonalidades prateadas, corça ou rato. Os olhos são redondos, de coloração âmbar, claros ou pretos.
De grande estrutura física, a altura de um cachorro adulto da raça Weimaraner fica entre os cinquenta e nove e setenta centímetros, no caso dos machos. Já para as cadelas, a estatura média fica entre os 57 e 60 cm, mensurados sempre no nível da cernelha.

Estrutura Psicológica da raça Weimaraner

temperamento-weimaraner O Weimaraner é um cachorro bastante extroverso e brincalhão. Firme e rústico como convém a um bom caçador, os Weimaraners são imensamente apegaados aos proprietários, a quem demonstram sua total docilidade.
Como cachorros de companhia são limpos, afáveis e amorosos com a criançada. Em razão de sua procedência de caçador, os Weimaraners são cães intensamente bisbilhoteiros, que assimilam com bastante facilidade, incluindo o que não devem.
São cachorros de bastante energia e por isso necessitam de espaço com o intuito de se desenvolver física e psicologicamente, do contrário, são capazes de se transformar em cachorros extremamente perturbados e destrutivos. Por ter sido desenvolvido à caça ao lado do homem e em tênue relação com ele, o Weimaraner não gosta de ficar sozinho por longos períodos de tempo.
Conforme o pesquisador Stanley Coren, autor do livro ‘A Inteligência dos Cães’, o Weimaraner está em 21º lugar no ranking de inteligência ao trabalho. Outra pecularidade dada à espécie é a teimosia, o que indica aos donos uma necessidade do Weimaraner ter um comandante a quem obedecer e, nesses casos, o adestramento de disciplina é necessário para uma excelente convivência em família.

A Superioridade da Raça Weimaraner

Conhecido como o “Cão com cérebro humano”, o Weimaraner é um cão profundamente sagaz, bastante dinâmico, cheio de energia e que deve estar em constante movimento. Ou melhor, nada de esperar que este caçador e corredor “de origem” fique sentado no sofá ocioso. É necessário que os proprietários ofereçam a quantia de exercício necessária para que ele consiga drenar energia.
Muito afetuosos, cães desta raça são parceiros agradáveis, de fácil convivência, bastante leais e que possuem uma necessidade bastante grande de se conectar com todos os membros da família e agradar o tutor. Eles têm notável inclinação para guarda, assim como para defesa, contudo sem agressividade.
De tão apegados aos tutores, é habitual notar em cachorros da raça Weimaraner quadros de ansiedade por separação. Caso este lado carente não receba a devida atenção, certos cães são capazes de se tornar bem destruidores e passarem a ladrar bastante.
O Weimaraner é um cão de aponte, cujo objetivo é sinalizar a caça e posteriormente apanhá-la e devolvê-la ao caçador. Apesar desta competência inicial específica, por causa de sua inteligência e docilidade, ganhou muitas outras atribuições, como cachorro farejador de drogas, resgate e mesmo cachorro de companhia.

Problemas habituais do Weimaraner

Em geral, o Weimaraner é um cão sadio com poucos problemas clínicos, ainda assim, há algumas doenças que são diagnosticadas com maior frequência nesta espécie, como a seborreia ressecada que causa descamação da pele. As causas mais comuns são insuficiência hormonal e/ou alimentar. O pelo fica “branco” e sem vida. O tratamento tem que ser feito à base de remédios particularmente receitados pelo veterinário. Outro problema característico é a piodermite que é a falha nos pelos causada por irritação e/ou sensibilidade a produtos químicos.
Por ter orelhas caídas, o Weimaraner pode vir a ter infecções de ouvido. Não com uma certa frequência, como também pode ser atingido por displasia de quadril, torção de estômago, entrópio, distúrbio da terceira pálpebra e criptorquidia.

Como cuidar de um Weimaraner

O Weimaraner é excessivamente dinâmico, isto faz com que necessite de atividades físicas, corrida ou um longo passeio diário. Cada vez que possível, oferecer outros tipos de atividades, por exemplo, trilhas e corridas para esse caçador por natureza.
Seu pelo não requer cuidados característicos, apenas uma escovação esporádica para eliminar os pelos soltos e preservar o brilho. Aconselha-se inclusive esterelizar bem as orelhas a fim de evitar qualquer tipo de infecção.
Cuidados básicos precisam de ser mantidos, como conservar as unhas aparadas, escovação dentária diária, banhos constantes e alimentação de qualidade.

Filhotes do Weimaraner

Desde muito cedo o Weimaraner já demonstra enorme energia e vitalidade. Os filhotes necessitam de espaço para fazer suas brincadeiras evitando, assim, os problemas com a destruição de objetos “não permitidos”.
É bem conveniente que desde cedo cachorros desta raça participem de adestramento de disciplina e que pratiquem atividades físicas regulares.

Weimaraner – Conheça mais sobre
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta